sexta-feira, 29 de junho de 2012

História da colonização da África

A colonização francesa

Na África, foi no Senegal que os franceses primeiro estabeleceram entrepostos em 1624, mas não formaram verdadeiras colônias até ao século 19, limitando-se a traficar escravos para as suas colónias nas Caraíbas. No Oceano Índico, os franceses colonizaram a Île de Bourbon (actual Reunião), em 1664, Île Royale (actualmente Maurícia), em 1718 e as Seychelles, em 1756. Durante o reinado de Napoleão, o Egipto foi também conquistado por um breve período, mas a dominação francesa nunca se estendeu para além da área imediatamente à volta do Nilo. O verdadeiro interesse da França por África manifestou-se em 1830 com a invasão da Argélia e o estabelecimento de um protectorado na Tunísia, em 1881. Entretanto, expandiram-se para o interior e para sul, formando, em 1880, a colónia do Sudão Francês (actual Mali) e, nos anos que se seguiram ocupando a grande parte do Norte de África e da África ocidental e central. Em 1912, os franceses obrigaram o sultão de Marrocos a assinar o Tratado de Fez, tornando-se outro protectorado.

Marrocos: Protetorado Francês do Marrocos (1912 – 1956)

Argélia: Argélia francesa (1830 – 1962)

Tunísia: Protetorado Francês da Tunísia (1881 – 1956)

Mauritânia,Mali,Níger,Guiné,Senegal,Benin,Burkina Fasso e Costa do Marfim: África Ocidental Francesa (1895 – 1958)

Chade,República Centro-Africana,Congo e Gabão: África Equatorial Francesa (1910 – 1958)

Camarões: Camarões Francês (1919 - 1960)

Togo: Togolândia Francesa (1916 – 1956)

----------------------------------------------------------------------------------------------------

A colonização britânica

No final do século 18 e meados do século 19, os ingleses, com enorme poder naval e econômico, assumem a liderança da colonização africana. Combatem a escravatura, já menos lucrativa, direcionando o comércio africano para a exportação de ouro, marfim, tapetes e animais. Em consequência disso, os africanos ficam com o mercado dominado pelos interesses do Império Britânico. Para isso, os britânicos estabelecem novas colônias na costa e passam a implantar um sistema administrativo fortemente centralizado na mão de colonos brancos ou representantes da coroa inglesa. Os ingleses estabelecem territórios coloniais em alguns países da África Ocidental, no nordeste e no sudeste e no sul também do continente.

Egito: Protetorado britânico do Egito (1914 - 1922) -------> Reino do Egito (1922 - 1953)

Sudão: Sudão Anglo - Egípcio (1899 - 1956)

Uganda: Protetorado de Uganda (1894 – 1962)

Quênia:  África Oriental Britânica (1880 - 1920) -----> Protetorado da África Oriental (1895 – 1920) --->
Colônia do Quênia (1920 – 1963)

Somália: Somália Britânica (1884 - 1991)

Nigéria: Protetorado Oil Rivers (1885 - 1893) --------> Protetorado Costa do Níger (1893 - 1900) ---->
Protetorado Sul e Norte da Nigéria (1900 - 1914) ----> Colônia e Protetorado da Nigéria (1914 – 1960)

Zâmbia: Rodésia do Norte (1911 - 1953) ------->  Federação da Rodésia e Niassalândia (1953 – 1964)

Malawi: Protetorado Britânico da África Central (1893 – 1907) ------->  Protetorado de Niassalândia (1907 – 1964)

Zimbábue: Rodésia do Sul (1888 - 1953) ------->   Federação da Rodésia e Niassalândia  (1953 – 1965)  -----> Rodésia (1965 - 1979) ------------> Zimbabwe - Rodésia (1979)

Botsuana: Protetorado de Bechuanalândia (1885 – 1966)

África do Sul: Stellalândia (1882 – 1885) ------> Bechuanalândia Britânica (1885 – 1895)
República de Natália (1839 – 1843) ----------> Colônia de Natal (1843 – 1844) ------>Colônia do Cabo (1843 – 1910)
Colônia de Transvaal (1902 – 1910)
Soberania do Rio Orange (1848 – 1854) -----> Estado Livre de Orange (1854 – 1902) ----------------> Colónia do Rio Orange (1902 - 1910)
União Sul - Africana (1910 – 1961)

Camarões: Camarões Britânico (1920 – 1961)

Tanzânia: Território de Tangânica (1919 – 1961) -------> Tangânica (1961 – 1964)

Namíbia: Sudoeste Africano (1915 – 1990)

Togo: Togolândia Britânica (1916 – 1956)

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------

A colonização belga

A Bélgica colonizou o Congo Belga (atual República Democrática do Congo).

República Democrática do Congo: Associação Internacional do Congo (1879 – 1885) -------------> Estado Livre do Congo (1885 – 1908) --------> Congo Belga (1908 – 1960)

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------

A colonização espanhola

A Espanha colonizou a Guiné Equatorial, o Saara Ocidental e o norte do atual Marrocos.

Marrocos: Marrocos Espanhol (1912 – 1956)
Ifni (1958 – 1969)

Guiné Equatorial: Guiné Espanhola (1926 – 1968)

Saara Ocidental: Saara Espanhol (1884 – 1976)

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------

A colonização neerlandesa

Os neerlandeses estabeleceram-se na litorânea Cidade do Cabo, na África do Sul, a partir de 1652 e dominaram o que antes de 1994 era a província do Cabo. Desenvolvem na região uma nova cultura e formam uma comunidade conhecida como africâner ou bôer. Mais tarde, os bôeres perdem o domínio da região para o Reino Unido na Guerra dos Bôeres.

Transvaal: República Sul - Africana (1881 – 1902)

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------

A colonização portuguesa

A colonização portuguesa na África foi o resultado dos descobrimentos e começou com a ocupação das Ilhas Canárias ainda no princípio do século 14. A primeira ocupação violenta dos portugueses na África foi a conquista de Ceuta em 1415. Mas a verdadeira "descoberta" da África iniciou-se um pouco mais tarde, mas ainda no século 15. Em 1444, Dinis Dias descobre Cabo Verde e segue-se a ocupação das ilhas ainda no século 15, povoamento este que se prolongou até ao século 19. Durante a segunda metade do século 15 Portugal foi estabelecendo feitorias nos portos do litoral oeste africano. No virar do século, Bartolomeu Dias dobrou o Cabo da Boa Esperança, abrindo as portas para a colonização da costa oriental da África pelos europeus. A partir de meados do século 16, os ingleses, os franceses e os holandeses expulsam os portugueses das melhores zonas costeiras para o comércio de escravos. Portugal e Espanha conservam antigas colônias. Portugal continua com Cabo Verde, São Tomé e Príncipe, Guiné-Bissau, Angola e Moçambique.

Moçambique: África Oriental Portuguesa (1498 – 1975)

Angola: África Ocidental Portuguesa (1575 – 1975)

Guiné - Bissau: Guiné Portuguesa (1474 – 1974)

------------------------------------------------------------------------------------------------------------

A colonização italiana

A Itália conquistou a Líbia, a Eritreia e a região autónoma da Somália; a Somalilândia ou Somália Italiana.

Somália: Somália Italiana (1889 – 1936) ------> África Oriental Italiana (1936 – 1941)

Etiópia: África Oriental Italiana ( 1936 – 1941)

Eritréia: Eritréia Italiana (1890 - 1936) -------->  África Oriental Italiana (1936 – 1941)

Líbia: África do Norte Italiana (1911 – 1943)
Cirenaica Italiana (1927 – 1934)
Tripolitânia Italiana (1927 – 1934)
Líbia Italiana (1911 – 1943)

------------------------------------------------------------------------------------------------------------

A colonização alemã

A Alemanha colonizou as regiões correspondentes aos atuais Togo, Camarões, Tanzânia (a parte continental ou Tanganica), Ruanda, Burundi e Namíbia.

Togo: Togolândia (1884 – 1914)

Camarões: Camarões Alemão (1884 – 1916)

Tanzânia: África Oriental Alemã (1885 – 1919)

Ruanda: Ruanda - Urundi (1922 – 1962)

Burundi: Ruanda - Urundi (1922 – 1962)

Namíbia: Sudoeste Africano Alemão (1884 – 1915)

------------------------------------------------------------------------------------------------------------
















Nenhum comentário:

Postar um comentário